JOGOGOLO NO FC PORTO PLANETA PORTUGAL

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2008

O DIABO DA LUZ...

 

Depois de analisar todas as declarações dos intervenientes, ver no tempo extra a opinião de Rui Santos da qual concordei, e depois de ver o seu comentário no jornal Record e da análise das várias notícias constatei que agora não será bem assim, isto porque o mesmo jornal Record refere o seguinte:

 
“O assunto está mencionado no relatório do árbitro e o assistente não quis alimentar a discussão. Também o chefe da equipa de arbitragem, Jorge Sousa, optou por não falar sobre o insólito acto perpetrado.”
 
Se está no relatório do árbitro não deverá a Liga agir de forma a aplicar os Regulamentos, com 5 minutos ou sem 5 minutos de interrupção.
 
A verdade é que o árbitro auxiliar não se esqueceu do episódio e referiu-o mesmo no relatório no final do jogo. O árbitro auxiliar e pode-se reparar nas filmagens, esteve durante um certo período de tempo a olhar para trás de forma desconfiada.
 
Não será isto coacção?
 
Não terá sido uma forma de coacção?
 
O Boavista através de escutas foi condenado por coacção, e nem sequer tirou partido disso (pois não ganhou nenhum jogo) por uma pessoa que era Presidente da Liga e que foi associado ao Presidente do Boavista que por sinal é seu filho. Não quero com isto desculpar o que se fez.
 
UM CLUBE QUE NOS ÚLTIMOS MESES SE FARTOU DE COMBATER A “TAL CORRUPÇÃO E COACÇÃO” NÃO DEVERÁ TER UMA SANÇÃO SEVERA? (Não defendo a descida de divisão, nem mesmo a do Boavista)
 
Num jogo da Europa, a equipa da casa foi multada e atribuída uma derrota por 3 – 0. No mínimo espera-se a interdição do Estádio do Diabo.
 
 
Bem sei que o regulamento não permite isso mas, essa história dos 5 minutos, da interrupção do jogo não me convence. E volto a  repetir “A verdade é que o árbitro auxiliar não se esqueceu do episódio e referiu-o mesmo no relatório no final do jogo.”
 
Quem nos garante que não se sentiu coagido?
 
 Isso estará no relatório do árbitro, mas agora só DEUS NOSSO SENHOR (Vítor Pereira) é que tem acesso ao mesmo.
 
Coacção - Constrangimento ou pressão que se exerce sobre a vontade de alguém. 
No Direito Civil -  Coacção física, a pessoa é coagida por uma força física exterior a ela, a fim de emitir uma declaração.
Coacção moral - a pessoa é constrangida a emitir uma declaração determinada pela ameaça e receio de um mal sobre a pessoa, a honra ou o património do coagido.
DIREITO PENAL - Constitui crime « quem por meio da violência ou de ameaça com mal importante, constranger outra pessoa a uma acção ou omissão, ou a suportar uma actividade...».
 
 

PS – Estou para ver a actuação do ilustre Ricardo Costa perante tal situação. Não com a pompa e circunstância da sua última aparição mas, com vontade de modificar o futebol Português, independentemente dos clubes em causa.

 

Sem mais,
 
Victor Fernandes
 

 

publicado por Victor Fernandes às 21:22
link do post | comentar | favorito

NA HORA... FC PORTO PLANETA PORTUGAL

Posts recentes

Olhododragão esmiúça a ág...

A Máfia do Apito...

TETRA...TETRA...TETRA CAM...

"IMPRENSA DE COR..."

TALISMÃ NO ALGARVE...COIN...

A Caminho dos Oitavos...

A Saga Continua...

LEIXÕES DEU (1.º lugar) L...

Conseguirá Jesualdo virar...

A Liderança isolada 35 di...

Péle e Ventura convocados

Lucilio Batista em Alvala...

Merece nova oportubidade?

A chuva de Londres e a ch...

Dualidades dos Senhores d...

visitante n.º

Oil Rig Injury Lawyer
Obrigado(a) pela visita

Arquivos

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Geoglobe