JOGOGOLO NO FC PORTO PLANETA PORTUGAL

Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

TAS arrasa Liga e Federação...

 

O Tribunal Arbitral não se convenceu que Pinto da Costa e o F.C. Porto tenham cometido quaisquer actos ilícitos. Criticou de forma dura a Justiça Desportiva Portuguesa. De forma clara aconselha, ou mesmo obriga, a UEFA a rever a famosa norma 1.04.
Depois de confirmar a decisão que garantiu a presença dos dragões na edição de 2008/09 na Champions e indeferir o recurso do Benfica e V. Guimarães, o TAS pronunciou-se numa espécie de acórdão e daí resultou na prática mais uma vitória para o F.C. Porto.
Segundo o TAS, "as duas decisões da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa e do CJ da Federação não demonstram que o F. C. Porto, ou o seu presidente, tenham estado envolvidos em actividades ilícitas", acrescentando logo de seguida que "nem o TAS, nem a UEFA, estão vinculados às normas da justiça desportiva portuguesa".
Chegou mesmo a pronunciar-se acerca da forma estranha como o Conselho de Justiça da Federação, na famosa reunião de 4 de Julho, confirmou o castigo a Pinto da Costa e lembra que há recursos à espera de decisão nos tribunais comuns.
Desta forma, e depois de indeferido o recurso do Benfica, V. Guimarães e UEFA, estes serão obrigados a custear as despesas de todo o processo como viagens e custos com advogados. Este valor será de 10 mil euros que cada clube terá a pagar ao F.C. Porto.
O TAS interpreta que a norma 1.04 terá de ser rapidamente revista, e admite que o F.C. Porto muito dificilmente voltará a ter problemas para participar na Liga dos Campeões. É que se a UEFA voltasse a abrir um processo aos dragões, teria de o fazer aos clubes que estiveram envolvidos em casos semelhantes, como é o caso de Milan, Juventus, Lázio, Fiorentina, Dínamo de Kiev e mesmo até ao Anderlecht, que já esteve à alguns anos atrás.

Por fim, e para os mais desatentos, o TAS afirmou que aceitaram a decisão do F. C. Porto de não recorrer da sentença da Liga, pois entenderam que os responsáveis do clube podiam fazê-lo uma vez que a vantagem pontual lhe permitia garantir o título. Acreditam ainda que ao recorrer da decisão da justiça desportiva portuguesa Pinto da Costa alargaria as decisões ao F.C. Porto.

publicado por Victor Fernandes às 19:41
link do post | comentar | favorito

NA HORA... FC PORTO PLANETA PORTUGAL

Posts recentes

Olhododragão esmiúça a ág...

A Máfia do Apito...

TETRA...TETRA...TETRA CAM...

"IMPRENSA DE COR..."

TALISMÃ NO ALGARVE...COIN...

A Caminho dos Oitavos...

A Saga Continua...

LEIXÕES DEU (1.º lugar) L...

Conseguirá Jesualdo virar...

A Liderança isolada 35 di...

Péle e Ventura convocados

Lucilio Batista em Alvala...

Merece nova oportubidade?

A chuva de Londres e a ch...

Dualidades dos Senhores d...

visitante n.º

Oil Rig Injury Lawyer
Obrigado(a) pela visita

Arquivos

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Geoglobe