Sábado, 25 de Outubro de 2008

LEIXÕES DEU (1.º lugar) LEIXÕES TIROU...

Que mais se pode dizer desta exibição do Leixões?

 

Deu-nos o primeiro lugar no jogo com o Benfica e depois esperou quinze dias para nos tirar o lugar.

 

A equipa inicial do FC Porto pareceu-me a certa para enfrentar esta equipa, mas mal começou o jogo verificou-se que alguns jogadores não estavam nas posições adequadas.

 

Já dizia Trapatoni: "Quando não se consegue ganhar um jogo, pelo menos não se pode perder", e a verdade é que foi campeão com o SLB com mais um ponto do que os seus directos adversários.

 

Jesualdo não vê isso e ao conseguir o empate faz algo surreal que é tirar um defesa para meter Mariano a lateral esquerdo e desviar Tomás Costa para a direita. A verdade é que mais valia estar quieto, pois se a equipa tinha empatado naquele sistema, para quê arriscar aos 65 minutos? Ainda faltavam 25 minutos e a partir daí veja-se: aos 66 minutos golo mal anulado ao Leixões e aos 79 minutos o golo que ditou a derrota ao FC Porto.

 

Pensamentos cada um tem os que quer, mas a verdade é que Jesualdo erra quase sempre, não sabe mexer na equipa.

 

A estatística efectuada já está desctualizada.

 

Nos últimos dez jogos, perdeu quatro jogos com: o Sporting (Supertaça) Arsenal (Champions), Dínano de Kíev (Champions)  e Leixões (campeonato). Empatou dois com o Benfica (campeonato) e Rio Ave (campeonato).

Ganhou quatro: Belenenses, Sporting, Paços de Ferreira, Sertanense e Fenerbahçe.

 

Bem se não é desta que arrumou o Jesualdo, estou a ver um futuro negro.

 

Espero arrepender-me do que vou dizer, mas a altura de acenar com os lenços brancos ao Jesualdo, é daqui a três semanas.

Não que goste dele, mas a estabilidade no Porto tem de durar mais três semanas.

Digo isto porque, uma derrota ou empate em Kíev garante "o quase" afastamento da Liga milionário. Mais tarde uma possível derrota em Alvalade para a Taça de Portugal arruma o Porto de mais uma competição.

Com sucesso ou insucesso nestas competições temos de substituir o treinador e dar hipóteses a alguém um pouco mais habituado a liderar.

JORGE COSTA É UMA BOA APOSTA.

publicado por Victor Fernandes às 23:12
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

Conseguirá Jesualdo virar um jogo?

Não me recordava de ver Jesualdo Ferreira a partir do banco de suplentes mudar o rumo dos acontecimentos num jogo do FC Porto, então pus mãos à obra e fui pesquisar. A verdade é que conseguiu e qual não foi o meu espanto quando me deparei com os resultados da pesquisa.

Então vejamos, tive de recuar à época de 2006/2007 para que a pesquisa fosse bem efectuada (época em que foi contratado) e em todas as provas em que participou esteve dez vezes em situação de desvantagem. Dessas dez vezes que partiu em desvantagem no jogo perante os seus adversários conseguiu a incrível proeza de estar a perder no Nacional (1-0) e no final dos noventa minutos acabou o jogo a ganhar (1-2). Pois é, leram bem? Em dez situações apenas conseguiu virar um jogo. Fica ainda o registo (para não ser mauzinho) que conseguiu evitar a derrota em duas situações (perante o Sporting (1-1) e o Paços de Ferreira (1-1)). O mal é que das dez vezes que esteve em desvantagem, na época 2006 2007, perdeu 7 jogos. Braga (2-1), Leiria (1-0), Estrela da Amadora (0-1), Sporting (0-1), Boavista (2-1) e Atlético (0-1) (para a Taça de Portugal) tiveram a proeza de marcar primeiro ao Tricampeão e acabaram por ganhar o jogo. A Supertaça Cândido de Oliveira com o Sporting deu em nova derrota (0-1).
Na época de 2007/2008 esteve igual à época anterior em relação ao número de jogos que começou a perder, ou seja, em dez encontros esteve em situações de desvantagem. Aqui teve uma melhoria de 100% no que diz respeito a virar os jogos por completo, pois na época anterior conseguiu virar o jogo com o Nacional e nesta época virou dois, com o Leixões (1-2) e com o Belenenses (1-2). Conseguiu não perder com o Marselha (1-1) para a Champions League e depois continuou o descalabro. Fátima (4-2), Nacional (1-0), Sporting (2-0) e (0-2 na final da Taça de Portugal), Liverpool (4-1) e Schalke (1-0) derrotaram-nos sem apelo nem agravo. A Supertaça Cândido de Oliveira com o Sporting deu em nova derrota (0-2).
Na época 2008/2009 já vamos em duas vezes em desvantagem e duas derrotas, sem que Jesualdo tenha “arte e engenho” a partir do banco de suplentes de virar o jogo. Registe-se o Arsenal (4-0) e o Dínamo de Kiev (0-1).
Concluindo: Quando Jesualdo Ferreira se viu durante vinte e dois jogos em situação de desvantagem e tentou mudar o rumo dos acontecimentos apenas em três situações o conseguiu. Também conseguiu evitar “mal maior” por três ocasiões e viu a sua equipa ser derrotada em dezasseis situações, não conseguindo passar para dentro de campo a mensagem de mudança.
É de considerar que só tive em conta os jogos que o Porto começou por sofrer um golo primeiro que a equipa adversária. Quando marcou primeiro e perdeu não considerei.
Será Jesualdo Ferreira capaz de virar um jogo que o resultado lhe é desfavorável?

Eis a questão…

publicado por Victor Fernandes às 00:48
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Outubro de 2008

A Liderança isolada 35 dias depois...

 

Depois de ontem o FC Porto ter medido forças com o SC Portugal no estádio de Alvalade, em que a vitória sorriu aos campeões nacionais eis que...
 
 
 
Passados 35 dias voltamos à liderança.
 
Liderança que tem sido repetidamente sua. Estamos a falar de quem? Obviamente do campeão. Do campeão não, do TRICAMPEÃO.
 
Para os mais pessimistas (em relação ao FC Porto), eis que caí redondo de tanto veneno engolir. Podem tropeçar, mas não tombam.
 
O clube aqui do lado (Leixões) perdeu dois pontos ao defrontar o SLB e assim sendo isolou o FC Porto no comando da Liga Sagres. Só de lá saíu porque foi o que se viu no Estádio da Luz (SLB-Porto) em que perdemos dois pontos e a desgraça arbitral que se viu em Vila do Conde, pois nesta altura já estariámos com 5 pontos de vantagem perante o 2.º classificado (Leixões) e a 7 do Benfica e do Sporting.  
 
Depois de uma grande exibição em que soubemos jogar bem, soubemos sofrer e acima de tudo evidênciamos Espírito de Equipa fizemos tudo ao contrário do que tinhamos feito no Arsenal. Sem grandes invenções, Jesualdo Ferreira montou a equipa e esta jogou como tinha de jogar. Defrontando a sua besta negra (SCP) o Porto soube aproveitar o desenrolar do jogo e foi graças à "desgraça" do Emirates Stadium que os jogadores não se deixaram levar nas cantigas Sportinguistas.
 
Esperamos que a estes 35 dias se juntem mais mil...
publicado por Victor Fernandes às 01:39
link do post | comentar | favorito

Posts recentes

Olhododragão esmiúça a ág...

A Máfia do Apito...

TETRA...TETRA...TETRA CAM...

"IMPRENSA DE COR..."

TALISMÃ NO ALGARVE...COIN...

A Caminho dos Oitavos...

A Saga Continua...

LEIXÕES DEU (1.º lugar) L...

Conseguirá Jesualdo virar...

A Liderança isolada 35 di...

Péle e Ventura convocados

Lucilio Batista em Alvala...

Merece nova oportubidade?

A chuva de Londres e a ch...

Dualidades dos Senhores d...

Arquivos

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008